quarta-feira, 21 de setembro de 2011

É um verbo

Realmente não sei explicar porque uma coisinha tão pequenininha já toca tanto na gente. Nem porque a gente torce tanto pra que ele tenha força. Mais força até que a gente mesmo.

2 comentários:

Lori disse...

Que lindo... <3

Russa Malvada disse...

Go, feijão, GOOOO! ;)