segunda-feira, 24 de maio de 2010

What Else Is There?


Eu tenho muito medo desse clipe. Mas daquele tipo de medo originário, misturado com paixão, curiosidade e frio na espinha. Tenho para mim (escrevo antes de buscar a tradução) que é sobre viagem fora do corpo. E todo mundo já teve as suas. E lembra de como é estranho, bom e pavoroso sentir frio no espírito.
Além de maravilhosamente construído artisticamente, esse clipe condensa magnificamente de forma subliminar aquilo que mas apavora: a falta de chão, a falta de referência (simbolizado pelas casas voadoras), a passagem do tempo, a violência da natureza, da qual fazemos parte e de que somos também feitos.
Agora junte a tudo isso uma música também linda que faz com que, na minha humildíssima opinião, faz desse um dos clipes mais lindos e cheios de significado que eu já vi.

Um pouquinho de wikipédia
Karin Elisabeth Dreijer Andersson é quem canta essa música que na verdade é do criativo duo Röyksopp: "(às vezes equivocadamente escrito Royksopp ou Røyksopp)é uma dupla musical originária de Tromsø, na Noruega. É formado por Torbjørn Brundtland e Svein Berge." ' What Else Is There? ' faz parte do álbum The understanding.
(Fonte)

E a letra também dá arrepios e é maravilhosa:
What Else Is There
Röyksopp
Composição: Röyskopp

It was me on that road
But you couldn't see me
Too many lights out, but nowhere near here

It was me on that road
Still you couldn't see me
And then flashlights and explosions

Roads end getting nearer
We cover distance but not together

I am the storm, I am the wonder
And the flashlights, nightmares
And sudden explosions

I don't know what more to ask for
I was given just one wish

It's about you and the sun
A morning run
The story of my maker
What I have and what I ache for

I've got a golden ear
I cut and I spear
And what else is there

Roads end getting nearer
We cover distance still not together

If I am the storm, if I am the wonder
Will I have flashlights, nightmares
And sudden explosions

There's no room where I can go and
You've got secrets too

I don't know what more to ask for
I was given just one wish

Um comentário:

Eduardo Cardozo disse...

Vi esse clip apenas algumas vezes sem guardar o nome da banda ou da música (devido a correria da vida), anos depois ficava tentando lembrar dele mas como não tinha referencia alguma, acabei deixando de lado. Hoje, sem querer, estava visitando um site e para minha imensa felicidade lá estava ele.
Muito obrigado pela postagem.