sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Fechou mais uma

Eu descobri porque as pessoas bebem algo forte quando a sitação está muito difícil. Pelo mesmo motivo que a personagem de Miranda Richardson no filme Perdas e Danos (SPOILER À FRENTE) agride a si mesma, quando sabe que perdeu o filho e o marido ao mesmo tempo: para aguentar suportar a dor. Sim, a dor interna é tão grande que é preciso que se faça algo físico, de fato, para que algum balanço exista, para que, de alguma forma, aquela situação de ilimitada tristeza, dor, agonia e incompreensão se materialize em algo que se pode tocar, para que pelo menos, seja administrada.
E é disso que essa música fala, foi com ela que acabei de perceber:

Gimme Shelter - Rolling Stones

2 comentários:

Halem Souza disse...

Não vi o filme; gosto da música. Eu bebo também, inclusive (e principalmente) em situações de "ilimitada tristeza" (embora esse ilimitado deva ser ralativizado). Um abraço.

Leila DizNi disse...

Caramba! Eu consigo entender sentindo! dsc...