terça-feira, 14 de abril de 2009

Suspeito?


Assisti "O suspeito" e fiquei com uma sensação estranha. O filme claramente toca numa questão muito penosa, difícil e absurda, em termos de século 21: o rapto clandestino de suspeitos de militância terrorista, feito principalmente pelos EUA. Soa como uma das centenas de tentativas ingênuas, feitas pelos americanos, de se desculpar, ou no mínimo, de se redimir dessa "possibilidade" real de crime. Ele encena um final digno, simbólico do desejo de que todos os desaparecidos reais encontrem essa mesma dignidade.
Ao fim do filme, o diretor Gavin Hood aparece e diz que pediu a adição, no DVD, do documentário chamado "Ilegal". Segundo ele, o documentário dá um tom mais pessoal à história e nos ajudará a sentir com mais realidade o tema de seu filme ficcional.
E ele está certo.
Eu colocaria o documentário integrado ao filme, para ser veiculado antes dele. Porque depois de assistir "Ilegal" o filme "O suspeito" não parece mais uma história de redenção e vitória. Parece um réquiem. Fica tão mudo, tão absurdo, tão distante, tão impossível quanto uma lenda infantil. Ver o testemunho real de uma vítima desse crime faz com que nos esqueçamos da ficção que até então foi como um entretenimento. Por mais que essa ficção tenha levantado, ainda que sutilmente, algumas questões importantes, como a responsabilidade dos envolvidos, os laços inimagináveis que podem ser rompidos, muitas vezes em cadeia, por iniciativas baseadas na intolerância e na violência, quer seja por parte de governos que permitem a tortura, quer seja por atos individuais extremistas como reação a eles.
Depois de assistir "O suspeito", ficam muitas suspeitas. Mas a principal, que tem muito de esperança em si, é a de que talvez os americanos já começam a sentir as consequências das próprias reações, violentamente defensivas, do onze de setembro. Fica a esperança de que tenham entendido que uma coisa é fechar suas portas e dentro delas implantar a sua justiça. Outra é tentar obter a justiça através do ataque indiscriminado, cego pelo medo. Porque a justiça cega, a todo custo e pelas próprias mãos não se chama mesmo justiça, chama-se vingança.

Ficha técnica
Título no Brasil: O Suspeito
Título Original: Rendition
País de Origem: EUA / África do Sul
Gênero: Drama
Classificação etária: 14 anos
Tempo de Duração: 120 minutos
Ano de Lançamento: 2007
Site Oficial: http://www.renditionmovie.com
Estúdio/Distrib.: Playarte
Direção: Gavin Hood

Nenhum comentário: