sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Pílulas de absurdo

GENERAL MOTORS ESCONDE MORTES: Laudo assinado pelo engenheiro mecânico e de segurança, Durval Bertolelo, que comandou a perícia no GM Vectra placas KAE 0467 modelo 1999, incendiado depois de uma explosão, próximo a Barra do Garças, em agosto do mesmo ano, aponta falha no sistema de bomba de combustível do carro.(...)Morreram carbonizados no desastre o motorista Antônio Salvino Pedemonte de Araújo (49), os pais dele, Heronides de Aquino Araújo (89) e Ítala Pedemonte Araújo (86), além da enfermeira Maria Dometila Gusmão (57), que cuidava de Heronides.
(Restante da matéria)
(...)
Maioria dos carros vendidos nos últimos dois anos teve problemas "Mais da metade dos veículos vendidos nos últimos dois anos no Brasil, entre nacionais e importados, apresentou algum defeito de fabricação e foi objeto de recall (convocação do fabricante para reparo ou troca da peça defeituosa). Dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), mostram que de janeiro de 2000 a julho de 2002, foram vendidos no país 3.809.700 veículos. O Ministério da Justiça, que acompanha as convocações, registra 2.195.496 veículos que passaram por recall em igual período, conforme mostra quadro na página ao lado. Isso significa que pelo menos 57,63% dos veículos vendidos saíram da fábrica com problemas, geralmente em itens de segurança, como sistema de freios, air bags, mangueiras de combustível, pneus, entre outros..."
(Fonte: SOS ESTRADAS)

Nenhum comentário: