domingo, 29 de junho de 2008

quadrinho, não quadradinho

Temos sempre que nos lembrar de que só se pode falar pelos cotovelos se você for Wilde ou Bukowski. Até lá, todos os filhos dos seus amigos são bonitos mesmo os que parecem arte abstrata.
Há outra alternativa, mas que requer igual talento: ser quadrinheiro. O comentário está lá, vê quem quer, engana-se fácil quem não quiser.
Há muito tempo não vejo um desenho tão estranho e uma crítica tão fina quanto o Rafael Sica. Porque passa o tempo e eu continuo achando bobagem tornar-se estúpido pra viver.

3 comentários:

Lori disse...

Ahhhh! Esse cara é maravilhoso mesmo! Toda vez q ele posta eu saio falando pro mundo que não entendo como ainda não o conhecem!!!!!

Escafandrista disse...

Prezada Rosi,

a repartição do amanuense agora é: http://oamanuense.blogspot.com/

Abraços,

Pedro.

enquanto dá disse...

Uéeebaaa, brigada pelo aviso, Pedrão! Vou atualizar o link!